quinta-feira, 31 de julho de 2008

O Capitão Fantasma

Caros amigos,
Apesar de todas as viagens a Vilar Perdizes não há nada a fazer para acabar com uma das maiores maldições deste país. Não, não me estou a referir ao companheiro de Leonor Pinhão. Temo que seja algo bem pior e para a qual nem a frutinha da Máfia do Norte é solução. Creio que a esta hora já todos devem ter percebido ao que me estou a referir e, por isso, já se estão a benzer, a salpicar com água benta e colocarem cabeças de alho ao pescoço. Deus queira que a maldição não se abata sobre nenhum de vós, mas a Protecção Civil já avisou: “A braçadeira do SCP vai em breve ficar sem dono. Perante esta situação de alerta encarnado (meu deus como é bonita a escrita no Impróprio) só temos um aviso a fazer: SALVE-SE QUEM PUDER!”
Para que nenhum de nós venha a ter o destino de Sá Pinto, Pedro Barbosa ou João Moutinho, lanço um novo referendo que, ao contrário dos que são feitos pelo Governo de Sócrates, tem uma pergunta que até o Paulo Bento compreende:
Na sua opinião, qual deve ser o próximo capitão do SCP?
Eu já votei!

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Passageiros frequentes

Tenho um tio que é amigo de um moço que conhece um rapaz que é enteado de um controlador aéreo do aeródromo de Tires, que me garante ter visto a aterrar esta noite naquela pista, pela enésima vez nestes últimos meses, o avião particular que Rui Costa e Luís Filipe Vieira contrataram para a época 2008/2009. Segundo um outro amigo meu desempregado que mora em Oeiras e que é rádio-amador nas horas livres (actualmente, todas), e intercepta as comunicações das avionetas, o aparelho vinha de Barcelona. Logo correram boatos de que vinha aí o Etoo. Outros garantiam que era o Messi. Os mais galvanizados juravam a pés juntos serem os dois. Mas pelo que dizem, parece que não. Foram lá tentar contratar um tal de Luís Garcia, mas voltaram de mãos a abanar. De mãos a abanar também não é bem assim, pois trouxeram na malinha Samsonite em imitação de pele uns belos pacotes de torrão de Alicante para distribuír lá pela miudagem do plantel. E um volume de Ducados para o Chalana.
Por esta altura, 5.999.998 benfiquistas estão absolutamente confiantes de que isto não passa de mais uma manobra de diversão e que no final da época, com o campeonato, a Taça e a Liga dos Campeões no bucho logo falamos (eu sei que é a UEFA, mas deixem estar: é para não dizerem que estou sempre a mandar abaixo). Os outros dois adeptos restantes, que compraram acções da SAD, que vão às Assembleias Gerais mas não incendeiam autocarros, e que se dão ao trabalho de ler Relatórios e Contas, estão por esta altura algo apreensivos com a quantidade de viagens "à patrão" que os dois dirigentes têm feito. Alugar um avião não é barato, o combustível está pela hora da morte e as taxas de aeroporto são um assalto à mão armada. Com tanta low-cost por aí, os tipos tinham mesmo que arrendar um jacto privado?
Pois bem, aquilo que eu lhes posso dizer para os tranquilizar é que está tudo pensado. O Rui não deixa nada ao acaso. Pois fiquem sabendo que com o voo para ir buscar o Eriksson, mais os 28 voos de ida e volta para tentar convencer o Aimar, mais estes agora à conta do Luís Garcia, o Benfica conseguiu juntar no cartão de passageiro frequente uma muito considerável quantidade de milhas.
Dando uma rápida vista de olhos ao catálogo de prémios que se podem obter em troca dessas milhas, ficamos a saber que Rui Costa e Vieira podem trocá-las imediatamente por um Yebda ou em alternativa, meio trem de cozinha.

25.000

25.000 visitas quando ainda nem completámos um ano de existência! Inacreditável. Confessamos que nos é extremamente difícil compreender como é que 25.000 cidadãos info-incluídos tiveram a paciência de ler as aleivosias que aqui publicamos. Na verdade, inclinamo-nos muito mais para o parecer que aponta para que tenham sido apenas dois cidadãos que aqui vieram 12.500 vezes cada um (até o CJ da Federação consegue descobrir quem são)…
25.000 visitantes não é nada. Há para aí muito bom blogue de badmington que chega a estes números numa manhã. Mas toda a gente sabe que o badmington é apenas uma fachada que encobre toda a sorte de actividades contra-natura.
A nossa guerra não são as audiências. Se fosse, comprávamos os direitos de transmissão dos jogos da Liga e já estava. Ou então publicávamos fotos de indivíduas tal como vieram ao mundo em salutar convívio umas com as outras dentro de uma exígua banheira com espuma e...e... Hã? Ah! O post...
Mas não. O que – para mal dos nossos pecados – a malta aqui grama mesmo é futebol. Mais concretamente, o ridículo do futebol. Como diz o Homem da Luz, e muito bem, “O que o futebol faz às pessoas…”

Portanto, aos próximos 25.000 incautos que aqui vierem parar, o Impróprio para Cardíacos não promete golos. Mas prometemos muito trabalho e, sobretudo, mais do mesmo.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Petição

Caros leitores,
Uma tragédia está prestes a abater-se sobre o futebol português. Desta feita não se tratam de questões de secretaria, mas sim de opções verdadeiramente lamentáveis por parte de um treinador e dos administradores de certa e determinada SAD.
Querem matar o futebol português de vez. Dar-lhe a estocada final. Acabar com as poucas alegrias que este ainda nos dá.
É tempo de nos unirmos e juntos fazermos valer a nossa força. Lembrem-se de Timor: também julgávamos impossível, mas conseguimos.
Não percam tempo! Ainda estamos a tempo de impedir esta calamidade.

Cliquem e assinem. O futebol português precisa de nós.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Quem te viu e quem TV*

A notícia caiu na SAD benfiquista como um parecer do Freitas do Amaral no Conselho de Justiça da FPF: a RTP garantiu os direitos de transmissão dos jogos da liga portuguesa nas próximas duas épocas, destronando assim a TVI, que a partir de agora exibirá no mesmo horário aulas de macramé dadas pela Manuela Moura Guedes e reposições da Eucaristia Dominical.
E porquê toda esta consternação nas hostes encarnadas? Bom, se o patrão da TVI, José Eduardo Moniz, diz que a RTP "é o braço armado” do Governo, eu não tenho o menor pejo em dizer que a estação de Queluz (ou será melhor chamar-lhe apeadeiro?) é o braço armado de bandeira, cachecol e very-light do outrora Glorioso.
Quem teve a infelicidade de ver jogos do Benfica pela TVI nas últimas épocas terá ingerido doses cavalares de anti-depressivos e reparado na fabulosa capacidade dos seus comentadores em transformarem exibições medíocres (passe a redundância) em demonstrações de classe, jogadores no mínimo duvidosos em promessas do futebol mundial e lances polémicos favorecendo o clube encarnado em jogadas irrelevantes.
Mas não desanimem, estimados rivais. Vejam a coisa pelo lado positivo, pois se nestas últimas temporadas embandeiraram em arco, acordando lá para Maio num terrível pesadelo, isso muito se deveu à propaganda do referido canal, que tudo fez para galvanizar os tais 6 milhões, colá-los ao ecrã e assim se fazer pagar a peso de ouro pelos reclames emitidos antes, durante e depois das partidas.
Com o regresso do futebol à RTP, acredito que regressará o serviço público, ou seja, isenção. E assim sendo, o léxico futebolístico benfiquista sofrerá naturalmente algumas alterações. Deixo-vos alguns exemplos:

“Jogada magistral de Di Maria” passará a “Di Maria, a perder-se em rodriguinhos”

“Entrada viril de Binya” passará a “Binya, a agredir barbaramente o adversário”

“Luisão tem o lance controlado” passará a “Luisão a comprometer”

“Casa cheia na Luz” passará a “cerca de 20.000 espectadores presentes”

“Os espectadores têm calor e abanam-se” passará a “lenços brancos para Quique Flores”

“Nuno Gomes a deixar muito bem para o colega” passará a “Nuno Gomes a atrapalhar-se com a bola”

“Cardozo estava em linha com a defesa adversária” passará a “Cardozo plantado em fora-de-jogo”

e finalmente,

"Que bonito espectáculo esta aterragem da águia Vitória" passará a "mas será que os inspectores do Instituto de Conservação da Natureza estão todos de férias?"

Estas medidas entrarão em vigor na primeira jornada do campeonato.
A RTP lamenta desde já os transtornos decorrentes das naturais dificuldades de adaptação que os benfiquistas possam sentir.


*Diz-me o meu sócio e simpatizante Homem da Luz que este título já foi nome de um programa de Júlio Isidro, o homem que, segundo ele (HdL) descobriu toda a gente excepto Bin Laden e Karadzic. Muito mais que um plágio, consideremos então que se trata de uma sentida homenagem a esse grande nariz, perdão, comunicador.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Saída à francesa

Depois de ontem o mundo ter finalmente encontrado o criminoso sérvio Radovan Karadzic, hoje perdeu o paradeiro de uma das maiores pérolas com que aquele país alguma vez nos brindou. Falo obviamente de Vladimir Stojkovic, antigo guarda-redes de futebol que tem vindo cada vez mais a enveredar pela parapsicologia após uma série de acidentes pessoais. Depois de ter perdido os dentes numa batalha com o desastrado Purovic, o Vladimir acabou por confirmar que na vida uma desgraça nunca vem só e, desafortunadamente, veio a assinar pelo SCP. Sendo um jovem traumatizado, o ingresso na equipa do Ditador Paulo Bento acabou por aguçar as suas perturbações, tendo inclusivamente vindo a público afirmar que era “O melhor guarda-redes da Europa”. Por vivermos num país em que a saúde está num estado pior do que a baliza do SCP nos últimos anos, as autoridades não ligaram a este claro sinal de demência e que justificaria por si só o internamento hospitalar.
É por estas e por outras que Vladimir está neste momento a monte algures em Inglaterra, onde protagonizou mais uma loucura nunca antes vista no mundo do futebol.

Depois de se ter confirmado que, infelizmente, o Vladimir não nos vai dar mais alegrias com a camisola do Sportém, de não ter agarrado a oportunidade de assinar pelo Everton e ter fugido após 60m de treino (a chamada uma horinha à Sporting!), arrisco adivinhar qual a camisola que o guardião irá envergar na próxima época. Bem, na realidade não é bem uma camisola, é mais um colete de forças - o que aliás já teria sido muito útil no jogo da época passada no Dragão - e terá o símbolo do Júlio de Matos ao peito.

A todos os olheiros que o aconselharam ao SCP, o meu muitíssimo obrigado e a continuação de um bom trabalho.

Do not disturb


Menino d'Oiro para uns, Grande Artista para outros, João Vieira Pinto anunciou ontem em conferência de imprensa o seu final de carreira. Na hora da despedida disse que "no dia em lhe custasse saír da cama de manhã para ir aos treinos", deixava o futebol.
O Impróprio para Cardíacos conhece e compreende perfeitamente as razões que assistem ao pequeno-grande jogador e envia-lhe desde já um abraço solidário, parabenizando-o (esta já é ao abrigo do novo acordo ortográfico) pela difícil mas sensata decisão que acaba de tomar.
Aliás João, nem percebemos como é que conseguiste levantar-te da caminha para ir até ao Sindicato dos Jogadores falar aos jornalistas...

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Escrevam no quadro 100 vezes:

Nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício, nunca mais gozo com o Rui Patrício...

video

Golo de Moisés (central do Braga) ontem algures na Turquia, a contar para a Intertoto. Repare-se no sinal que o guarda-redes faz antes, como quem diz "tá controlado". É o que se chama transmitir confiança à defesa.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Alegre ma non troppo

A indignação provocada pela impunidade de Pinto da Costa, FCP & família Loureiro deu-me vontade de cortar relações com o futebol, uma das coisas de que mais gosto na vida - a par da minha mulher, dos meus 3 filhos e do traseiro da minha secretária. Para um benfiquista, é demasiado doloroso ver que apesar de se ter provado que houve (há e haverá) corrupção por parte destes senhores, nada acontece. É doloroso ver que a justiça em Portugal é ainda mais passiva do que o presidente do clube que se diz diferente, mas como se provou neste processo, não é mais do que indiferente.
Com esta atitude o presidente do SCP bateu o record nacional de passividade, título que antes pertencia a José Castelo Branco.

E foi ao aperceber-me disto que pensei: “Homem da Luz, tu és um Homem ou és um lagarto?” Confrontado com tamanho ultimato, vi que não poderia abandonar o desporto-rei e, sobretudo, o meu Benfica. Felizmente a vida já me fez tantas entradas à Binya que sei que só devemos mudar de caminho por algo que amamos. Na vida só existem dois tipos de amor: o benfiquismo e o anti-benfiquismo. Ou seja, na verdade só existe um, o outro é ódio - sentimento que segundo o Antigo-Testamento nasceu após o cruzamento de um dragão com um leão.

É por isso que as duas alegrias que tive esta semana, começam a pesar mais que as toneladas de fruta que apodrecem o nosso futebol. A primeira foi o regresso de Carlos Queiroz a Portugal e à Selecção. Gosto do Professor porque fez um trabalho extraordinário no futebol português. Primeiro com os sub-20 onde conseguiu formar jovens portugueses, algo que as escolas, os professores e os sucessivos Governos deste país nunca conseguiram. Depois na Selecção principal onde denunciou a podridão que existia (e existe) na nossa Federação . Por fim, no SCP onde assinou uma das noites mais Gloriosas do seu historial, o brilhante 3-6.
Espero que no futuro o Professor me continue a dar tantas alegrias como deu no passado. Para isso, pode começar já por fazer uma substituição na Selecção: sai o Ricardo, entra outro gajo qualquer que saiba usar luvas.

A outra notícia que me devolveu paixão pelo futebol foi obviamente o ingresso de Aimar no Benfica. Num momento em que Pinto da Costa tenta roubar todos os jogadores que interessam ao Benfica (o Impróprio sabe de fonte segura que o Bandido fez recentemente uma proposta milionária a Eusébio que incluía whisky irlandês e arroz de marisco até 2022, com mais 3 mousses de chocolate de opção), esta jogada de Rui Costa é digna da passagem de testemunho do Manto Sagrado com o 10 nas costas.
Confesso que já tinha saudades de notícias que me voltassem a fazer sentir a pureza e alegria do futebol. E para esse sentimento eu sei que posso contar sempre com os meus familiares benfiquistas que se regozijam neste momento com a possibilidade de ver bom futebol e bons jogadores na próxima época.

Na verdade o retrato psicológico do adepto nacional é muito simples:
Os tripeiros orgulham-se de roubar e subornar porque isso os leva à vitória (já alguma vez leram 1 só portista que demonstrasse vergonha por todo este processo? Nós na altura de Vale e Azevedo a vergonha era tanta que no máximo iam 5 mil pessoas à Luz...);

Os lagartos orgulham-se de serem ventrículos, gesto técnico que lhes permite ficar de boca fechada e dizer mal do Benfica simultaneamente - desde que isso lhes garanta um 2º lugarzinho;

Os benfiquistas orgulham-se de serem do Benfica, mesmo num momento tão difícil e duro como este. Até porque - como leram neste post- em Portugal um tipo que goste de futebol com a mesma paixão e pureza desde criança, não lhe restam mais hipóteses.
Meus senhores, a alegria do futebol veste a camisola do Benfica e tem o número 10 nas costas (sempre é melhor que ter a PJ, não?).

terça-feira, 15 de julho de 2008

Aimar e mar...

Já está disponível para todos os recenseados no Impróprio mais um inquérito.
Desta vez queremos saber quando é que Aimar dá à Luz, perdão, à costa. Quem acertar na resposta certa ganha um juíz do Conselho de Justiça da FPF para pôr lá em casa.

Ps: o miserável, fácil e previsível título deste post está registado. Qualquer desportivo que o pretenda usar nas próximas horas terá que nos pagar uma avultada soma (um Ticket refeição de 10€ serve).

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Coerências

Agora que o "melhor guarda-redes da Europa" está a treinar à experiência no Everton, o Sporting - que até aqui estava a acertar nas contratações - procura um substituto para o sérvio.
Fala-se no argentino Assmann (deixo as graçolas relacionadas com o nome para outros) para concorrer com Rui Patrício. 
Por aquilo que se pode ver, é sem dúvida uma aposta coerente. 
Ai, ai, ai, ai....

video

video

quarta-feira, 9 de julho de 2008

É a crise, pá.

Qualquer português que não fuja ao fisco, que não seja empresário de futebolistas, que não trafique droga, que não tenha um tacho numa empresa estatal, que não seja administrador da Galp ou que não seja autarca, sabe que o país atravessa tempos difíceis. (Depois desta pré-selecção, acho que sobrei eu, uma malta dos têxteis do Vale do Ave e 38 minifundiários de Serpa…)
Ele é a Euribor a pôr o meu T1+1 na Rebelva a preços de T7 na Lapa, o preço do petróleo que faz com que o meu Renault 5 de 86 gaste como um Aston Martin de 2008, o preço dos cereais que bota o papo-seco a valores de caviar Petrossian e a inflação que transforma um carrinho do Lidl num cabaz gourmet do Corte Inglés. Também há o tal do aquecimento global, que eu nunca percebi muito bem o que é, mas que enquanto servir para haver camones em topless em Abril, eu não me chateio.
A altura é de cortar nas despesas não essenciais. Acabar com os luxos e miminhos e viver de acordo com as nossas reais possibilidades. Acordar do sonho lindo que era a teoria do oásis.
Em reunião familiar extraordinária, cada um dos membros do agregado concordou em prescindir de uma coisa sua, em jeito de exemplo para todos.
A minha sogra, por exemplo, não mais pintará o cabelo de cinzento-violeta (menos 18€/mês). A minha mulher abdica da manicure mensal (menos 10€/mês). O meu mais velho deixa de comer o palmier no intervalo da manhã (menos 9€/mês). A miúda não compra mais a revista Bravo (menos 15€/mês). E o gato vai ter de aprender a caçar ratos se não quiser morrer à fome (menos 11€/mês). Enquanto chefe de família, é claro que tive de ser eu a dar o grande exemplo, fazendo o maior e mais doloroso sacrifício em prol do bem colectivo. Acredito que é com estas atitudes que se educam as crianças e se lhes dá o estofo moral e humano para que se façam gente com H grande. Doravante, não mais beberei o meu meio uísquezinho a seguir ao almoço (menos 24€/mês).
Plano de contingência accionado e eis o agregado familiar do 7 Maldito novamente em velocidade de cruzeiro (que se bem me lembro era uma moeda brasileira que não valia um chavelho…).
Até que anteontem da parte da manhã o carteiro apareceu lá em casa. Embora tenha sido a minha mulher a abrir, desta vez não me deixou mais um filho. Limitou-se entregar um envelope verde remetido pelo Sporting Clube de Portugal. Lá dentro, a proposta de renovação do meu lugar anual. Para ver todos os jogos do campeonato e os três primeiros da Champions (espectáculo que poucos em Lisboa poderão presenciar…), pedem-me simpaticamente que transfira para os verdes e depauperados cofres a módica quantia de 410€. QUATROCENTOS E DEZ EUROS!?!?!? Mas esta direcção anda a brincar com quem? Será que as notícias não chegam à Quinta da Marinha? Será que a taxa de juro deles é diferente da minha? Será que os popós dos meninos andam a aguinha da torneira? Ninguém lhes explicou que o país está de tanga?
Quatrocentos e dez euros para ver um campeonato medíocre? Para continuar a ver o Ronny e o Farnerud? Pior ainda, para ter de ver o Edcarlos e o Makukula quando nos forem lá visitar? Está tudo louco, ou quê? Pensam que tenho um poço de petróleo lá no quintal, não? Será que não sabem a quantidade de coisas que dá para fazer com essa maquia? Tenho a patroa a pedir-me para trocar os alumínios da marquise há anos. Tenho a sogra a precisar de uma anca nova desde 97. Tenho o miúdo a precisar de um aparelho nos dentes e a miúda desesperada por uns sapatos ortopédicos! E esta corja escreve-me a pedir QUATROCENTOS E DEZ EUROS!
Agarrem no meu lugar e ofereçam-no aos vossos amiguinhos da OPCA e da Somague. Comigo não contem!
………
………
Mas a verdade é que ver o Roca com a bola nos pés é uma delícia… E o Caneira...o Caneira é lagarto dos quatro costados. E o Postiga? Ah g’anda Postiga, aquele penalty à Panenka a malta não vai esquecer nunca! E até o girafa do presidente diz que este ano é para ganhar! Eh pá que saudades de bola…da malta das roulottes...do estafermo do tipo da fila de trás......do Rui Santos. Será que o Neves vai renovar o lugar? E o Matos? O Matos renova de certeza, que o gajo é doente.
C'um catano...Bem, que se lixe. Lá vou ter que explicar aos miúdos que o queijo provoca necroses no céu da boca e que o que fica mesmo bom nas sandes é banha de porco.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Chicotadas Psicológicas

Depois da escandalosa reunião do Conselho de Justiça, os mais altos dirigentes da Federação reuniram-se esta manhã de emergência com o intuito de analisar o sucedido. No final da reunião, o Presidente da Federação resumiu o resultado do encontro com a seguinte frase: “O que se passou foi inaceitável e incompreensível.”. Como vêm a eficácia de qualquer reunião que envolva dirigentes e responsáveis pelo futebol nacional é em todo semelhante à eficácia de Nuno Gomes em frente a uma baliza.
Caro (adjectivo relativo ao ordenado que aufere) Presidente da Federação, agradeço a sua disponibilidade para se debruçar sobre o assunto e por não ter fugido a meio da reunião, como aliás fez o xô Gonçalves Pereira. Porém, lamento mas não estou totalmente de acordo consigo. É certo que considero que o que se passou é inaceitável mas seguramente que não é nada incompreensível. Das duas uma, ou o senhor não tem acompanhado o campeonato nacional nos últimos 30 anos ou então tem um Q.I. semelhante a um Super Dragão.

É certo que é inaceitável que o presidente do Conselho de Justiça fuja de uma reunião onde se procura resolver o maior caso de sempre de corrupção no futebol português. Mas acha que não é compreensível? Olhe que a grande maioria dos portugueses percebe - e já percebeu há muito tempo - a máfia que esse tipo protege. Sabia por exemplo que esse mesmo tipo quando era presidente do Conselho de Justiça da Associação de Futebol do Porto convocou uma reunião secreta, para a qual só convocou ele mesmo, e SOZINHO decidiu anular as classificações dos árbitros que não agradavam ao seu dono, o Jorge Nuno. E sabe como chegou a Presidente do Conselho de Justiça? Eu digo-lhe, ele foi substituir um idiota que armado em honesto se recusou a aceitar a diminuição de uma pena aplicada a Valentim Loureiro - de seis meses para 100 dias -, situação que ao ser aceite permitiu ao Major continuar a presidir à Assembleia Geral da Liga. Com esta acção, o xô Gonçalves ganhou o lugar no Conselho de Justiça e o de vereador da Câmara de Gondomar onde o mesmo major é Presidente. Vê, de facto é inaceitável mas não é nada incompreensível, pois não?

Um dos conselheiros do Conselho de Justiça acusa o xô Gonçalves Pereira de o pressionar a mudar de decisão com o intuito de beneficiar o Porto e o Boavista, sob o risco de o expulsar do Conselho de Justiça. De facto é inaceitável mas, novamente, não é nada incompreensível pois não?

E podia ficar aqui a tarde toda a escrever argumentos que o fizessem compreender mais um escândalo com o patrocínio da máfia do Porto. Mas ao contrário de si e dessa pandilha com barriguinhas de Miguel Veloso, eu trabalho e tenho de apresentar resultados das horas em que estou a trabalhar. Provavelmente o sr. Gilberto Madaíl não sabe, mas se no final do dia o meu patrão me perguntasse pelos resultados da área de que sou responsável e eu respondesse “é inaceitável e incompreensível”, seria muito provável que ele me despedisse. Para além de não pintar a barba e o cabelo de cores deprimentes, esta é a grande diferença entre o meu patrão e o senhor: ele sabe zelar pela instituição que preside.

E o pior disto tudo é que no final, nada vai acontecer ao Porto e ao Boavista que vão continuar a passear impunes, com os bolsos cheios de fruta e de envelopes com “quinhentinhos” para os árbitros . E mais uma vez sr. Presidente é inaceitável, mas para nós que andamos atentos às jogadas da máfia do Porto não é nada, mas absolutamente nada, incompreensível.

Vota Impróprio!

Caros sócios e simpatizantes do Impróprio para Cardíacos: começou oficialmente a votação para os SuperBlog Awards, um certame que visa premiar os melhores blogues da praça (era ao ouvir a palavra “melhores” que nos devíamos auto-excluír da votação). Os proprietários do Impróprio ainda tentaram por todos os meios impedir este sufrágio, por considerarem-no totalmente desnecessário. Se o Zimbabwe nos ensina alguma coisa, é que o prémio devia ser-nos entregue directamente, evitando assim o desperdício de tempo e recursos que uma votação implica.
O prémio para o blog vencedor consiste num cheque da Worten no valor de 3000€. Ora, em reunião extraordinária da SAD deste blog, decidimos prescindir dos electrodomésticos. Preferimos converter esta verba em cervejas e partilhá-las com os nossos leitores. 3000€ a dividir por 75 cêntimos/garrafa dá 4000 cervejas, que dividindo por cerca de 16 leitores (são 17, mas a mãe do 7 Maldito deixou a bebida há seis horas atrás) prefaz umas 250 per capita. É capaz de chegar.

Se a corrida ao voto começou, então o mínimo que podemos fazer é apresentar-vos as nossas promessas eleitorais:

Prometemos manter a falta de seriedade e isenção a que já vos habituámos

Prometemos continuar a instigar a discórdia entre adeptos do Benfica e Sporting

Prometemos continuar a debochar com todos os agentes desportivos que se “puserem a jeito”. Todos, portanto.

Prometemos não usar escutas que possam denegrir a imagem de corruptos e traficantes de influências

Prometemos tentar ser um bocadinho mais condescendentes com o Nuno Gomes e o Tiuí

Prometemos arranjar um presidente de Conselho de Justiça para cada bandido

Prometemos que não iremos tingir o seu couro cabeludo com o "tom Madaíl"

Prometermos não gozarem-mos mais com o Luís Filipe Vieira

Perome…hã…permote…hmmm…perometemes não chamar…hic!...mais bêba…hmmm…alcoó…hic!...vêvado ao So…Soares Franco.

Se gritar e saltar para o chão, prometemos assinalar penálti

Prometemos oferecer a cada votante no Impróprio um cestinho de fruta para dormir

Prometemos que o Porto não vai roubar o Eusébio ao Benfica

Prometemos tentar colocar Purovic no Porto

Prometemos não punir ninguém que nos tente corromper

Prometemos recompensar quem nos tente corromper.

Votar no Impróprio, para além de um dever cívico é acima de tudo uma grande prova de amor e dedicação a esta casa. Porque para tal é necessário passar por um moroso registo no site da Super Bock. E depois tem que se aguardar por uma confirmação do registo. E depois clicar e fazer “login”. E só aí chega o momento de glória. A consagração. Esse momento de prazer quase sexual que coincide com o clicar na linha que diz IMPRÓPRIO PARA CARDÍACOS.

Procurem-nos na categoria Desporto. Estamos entre o blog do II Passeio TT INIJOVEM - RE/MAX Planície e o blog do INATEL PORTO. Blogs que também merecem uma palavra de apoio, mas que muito honestamente ainda vão ter que comer muita frutinha para chegarem ao nosso patamar.

Votem AQUI

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Aldeia da Roupa Branca

É verdade caro leitor, pode acreditar que também eu já tinha saudades suas e de voltar a envergar a perfumada camisola do Impróprio. Nem que seja porque acabo de chegar de umas "longas" – palavra utilizada pelo meu patrão - férias e há uns dias que não sentia o agradável aroma da roupa limpa à flor da pele. Apesar de ter estado longe fui sempre acompanhando os acontecimentos do futebol nacional. Depois de tudo o que li parece-me que o facto do meu regresso aos relvados coincidir com o facto de ter um enorme saco de roupa suja para lavar, é muito mais do que uma simples coincidência.

Primeiro a Selecção. Mais uma fraca prestação da nossa equipa com excepção do nosso guardião que fez um Europeu fantástico, sobretudo no jogo com a Alemanha. O Ricardo mostrou nesse jogo que é o português com os reflexos mais rápidos de sempre. Perante os golos da Alemanha, o guardião fez o que todos gostaríamos ter feito: fechar os olhos para não ver aquela desgraça.

O Porto vai à Liga dos Campeões. Isto só vem provar que a famosa pena dos 6 pontos por tentativa de corrupção desportiva foi orquestrada em conjunto pelo clube, pela Liga e pela Federação - instituições que são cada vez mais a mesma. Senão o Jorge Nuno teria recorrido da pena (deve-se chamar assim porque quando chegou a seus pés fê-lo rir), senão quando os senhores da Federação foram à UEFA teriam admitido que retiraram os 6 pontos ao Porto, senão o futebol português não era a roubalheira que todos conhecemos. Mas não, perante a UEFA as nossas Federação e Liga disseram que a pena não tinha sido transitada. Ora como sabem o país passou por uma enorme greve de camionistas e o que João Leal quis dizer com "transitado" foi que a pena não tinha chegado por falta de transitários.
Notável a prestação da Federação de Futebol que preferiu beneficiar o único clube da história do futebol nacional que está provado que corrompeu e roubou jogos, em detrimento de todos os outros. Esta medida terá consequência directa na evolução do nosso futebol, já que levará muito mais pessoas aos Estádios. De todos, creio que os mais beneficiados serão o Estádio da repulsa e o Estádio da total indignação.

O Ministro de Desporto empolgou-se com o caso de "suposto" doping de Nuno Assis (não sei se sabem mas ficou provado que o delegado que recolheu a amostra para a análise clínica foi um computador que assina como António?!?!). Recordo-me de três nervosíssimas conferências de imprensa que o Ministro fez, subordinadas exclusivamente ao caso particular do atleta e para o qual convidou a comunicação social. Porém no caso do Apito Dourado e do Apito Final, nem sequer uma convocou. Não pense o leitor que é perseguição do governador ao Benfica ou manipulação governamental do Porto. Nem pensar! A verdade é que o caso de doping não foi do Nuno Assis. É reconhecido por todos que nunca vimos o rapaz ter um grande desempenho futebolístico, certo? Por outro lado, o suposto Ministro do Desporto teve um desempenho absolutamente heróico na defesa da verdade desportiva no caso Nuno Assis e absolutamente cúmplice nos casos de corrupção. Parece-me que quem estava dopado na altura era o Ministro e que a sua fragilidade neste momento se deve designar simplesmente por "ressaca". Para isso passar, dê mais um tirinho de nandrolona ou então coma uma frutinha do Norte que isso passa sr. Ministro...

Por falar nisso, Jorge Nuno veio dizer que o seu clube ganha os jogos dentro de campo. É verdade sim senhor, mais concretamente nos campos frutícolas do Brasil e dos países de Leste. Talvez por isso tenha contratado o “cebola”, numa clara expansão do negócio que mais rendimento dá ao “clube de batoteiros” (palavras do Presidente da Uefa). Para além da fruta com que nos presenteiam há mais de 20 anos parece que a próxima época também vai ser fértil em vegetais.

Carolina Salgado foi acusada de mentir e as escutas efectuadas no âmbito do processo da Fruta foram consideradas ilegais. Depois de ter visto o Bruno Paixão na TV a dizer que depois do jogo que arbitrou o Jorge Nuno lhe levou frutinha para dormir, só posso considerar que deve ser proibido escutar notícias e, sobretudo, escutar testemunhas que digam uma .

O SCP está a reforçar-se em peso para a nova época. Parece-me que já temos novo campeão da pré-época, sobretudo depois das notícias do alegado interesse da Juventus por Miguel Veloso. Alegadamente (só pode ser) o Sporting pediu 20 milhões pelo jogador e, como se fosse pouco, ainda queria ficar com Tiago! Para quem se ria - e com razão - de que o Mantorras valia 18 milhões, vai ter agora de aprender a rir-se de si próprio até ficar agarrado à barriga (zona do corpo onde o Miguel Veloso é mais forte).

O futebol português está cada vez mais sujo e corrupto, já não tenho esperanças que haja uma limpeza. Infelizmente a especialidade da Federação e Liga não é essa, é o branqueamento. Branqueamento da verdade desportiva, dos valores desportivos, da honestidade, moral e seriedade. Nisso somos os campeões da Europa e enquanto nuestros hermanos cantam Campeones, Campeones, e ainda têm o melhor campeonato do Mundo, nós por cá podemos cantar: Branco mais branco, não há!
É mesmo porreiríssimo pá...